Google
 

30 January 2008

29 January 2008

Capela de Nossa Senhora da Silva

Capela de Nossa Senhora da Silva. Rua dos Caldeireiros, e Vitória, Porto.

porto.rua_dos_caldeireiros_06 porto.rua_dos_caldeireiros_07

Capela de Nossa Senhora da Silva.

Edifício onde funciona, desde o séc. XV, a Confraria de Nossa Senhora da Silva. Na fachada, ao nível do 1º andar, encontra-se um oratório do séc. XVIII com as imagens de Nossa Senhora da Silva, São João Baptista e São Baldomero, protegido por uma cobertura em talha. Dentro do eifício encontra-se a capela da confraria, que juntamente com uma albergaria, era administrada pelos ferreiros, caldeireiros e anzoleiros da cidade.

Informação no local: C.M.Porto.

Blog: Norteinho.

27 January 2008

Rua de Trás

Rua de Trás, Vitória, Porto.

porto.rua_de_tras_01

 

porto.rua_de_tras_02

 

porto.rua_de_tras_03

 

porto.rua_de_tras_04 

porto.rua_de_tras_05

Blog: Norteinho.

25 January 2008

Rua de S. Miguel

Rua de S. Miguel, Vitória, Porto.

porto.rua_de_s_miguel_01

porto.rua_de_s_miguel_03

Casa da Rua de São Miguel, n.° 4.

O edifício integra-se num conjunto harmonioso, em que está representada a arquitectura portuense dos séc. XVII a XIX. A fachada encontra-se recoberta de azulejoz setecentistas, com cenas do quotidiano e paisagens. Estes painéis são provenientes da Sala do Capítulo do Mosteiro de São Bento da Vitória.

Informação no local: C.M.Porto.

porto.rua_de_s_miguel_04

porto.rua_de_s_miguel_05

porto.rua_de_s_miguel_06

Blog: Norteinho.

23 January 2008

21 January 2008

Rua de S. João Novo

Rua de S. João Novo, Porto.







Blog: Norteinho.

20 January 2008

Rua de Francisco da Rocha Soares

Rua de Francisco da Rocha Soares, Miragaia, Porto.




Nesta fotografia ainda está a placa antiga, muito mais bonita do que as novas, por sinal.

Blog: Norteinho.

Chafariz da Rua das Taipas

Chafariz da Rua das Taipas.
Cosntruído em 1772, pelos moradores do Postigo das Virtudes, foi substituido pelo actual nos fins do séc. XVIII, com elementos neoclássicos. Era alimentado pelo manancial de água de Paranhos, servido através da Arca do Anjo, por um aqueduto que abastecia a zona Olival-Cordoaria.
Informação no local: C.M.Porto.



Blog: Norteinho.

19 January 2008

Rua de Miragaia (2)




Esta fonte é considerada uma das mais antigas da cidade, encontrando-se numa pedra quase imperceptível, a data de 1628(?). Devido às obras de construção da Nova Alfândega em 1871, ficou quase escondida num plano inferior à rua. É composta por uma só bica, colocada num painel de granito ladeada por duas pilastras, sendo outrora a sua água considerada uma das melhores da cidade. Sofreu obras de restauro em 1940.
Informação no local: C.M. Porto.




Nesta casa nasceu aos 11 de Agosto de 1744
Tomás António Gonzaga
O poeta Dirceu.
Homenagem da Câmara Municipal do Porto
11 de Agosto de 1944

Blog: Norteinho.

17 January 2008

Rua de Miragaia (1)

Rua de Miragaia, Miragaia, Porto.






Os pombinhos a namorar.



Blog: Norteinho.

Rua da Reboleira

Rua da Reboleira, S. Nicolau, Porto.











A Rua da Reboleira, cuja designação data dos séculos XIII-XIV, é uma das mais típicas da zona ribeirinha da cidade, mantendo ainda o traçado tipicamente medieval. Nela se conserva um núcleo significativo de casas medievais, particularmente a nº. 59 que apresenta uma estrutura de casa-torre. Também na Reboleira podemos apreciar o perfil inconfundível das habitações antigas do Porto, e constatar a durabilidade da aparentemente frágil técnica da construção em tabique, que permitiu erguer, sobre um andar térreo em granito, três ou quatro andares sobrepostos que sobreviveram até aos nossos dias.
Fonte: Portoturismo.

Blog: Norteinho.

Não urine aqui

20.06.2005.
No Muro dos Bacalhoeiros, na data citada.

Não urine aqui
Este é um local de trabalho
Aqui trabalham 7 pessoas
Uma delas está grávida
Seja civilizado



Relacionado:
Vistas no Muro dos Bacalhoeiros
Muro dos Bacalhoeiros

Blog: Norteinho.

16 January 2008

Rua Arménia





A Rua Arménia era antigamente conhecida pelo nome de Rua dos Arménios, topónimo derivado da comunidade de cristãos arménios que aí se radicaram. Tendo fugido aos Turcos em 1453, os Arménios, uma vez chegados ao Porto foram acolhidos pelo bispo e obtiveram a necessária autorização para se instalarem na zona de Miragaia, construindo o seu forno na Rua do Cidral.

Na sua fuga para o Ocidente os Arménios trouxeram consigo as relíquias de S. Pantaleão, martirizado em Nicomédia, no tempo do imperador Maximiano. Estas relíquias foram depositadas em primeiro lugar na Igreja de S. Pedro de Miragaia, sendo posteriormente (12 de Dezembro de 1499) trasladadas para a Sé, no tempo do bispo D. Diogo de Sousa.

Por ordem de D. Manuel I, que quis dar cumprimento à vontade de D. João II (expressa no seu testamento), foi feita uma arca de madeira chapeada a prata para recolher os ossos do mártir, que, infelizmente, foi roubada em 1842, desconhecendo-se até hoje o seu paradeiro. Das relíquias de S. Pantaleão resta unicamente o busto-relicário trazido pelos fugitivos arménios e que se encontra no Museu Nacional de Soares dos Reis.
Fonte: Portoturismo.

Blog: Norteinho.

15 January 2008

Vistas no Muro dos Bacalhoeiros

Gaivotas e pombas, uma perspectiva deste local. Muro dos Bacalhoeiros, S. Nicolau, Porto.





Relacionado: Muro dos Bacalhoeiros
Blog: Norteinho.

14 January 2008

Porto visto de Gaia

No Cais de Gaia, num quase fim de tarde.
O cair do dia traz um belo contraste de cores à cidade do Porto.

Muro dos Bacalhoeiros

Muro dos Bacalhoeiros. S. Nicolau. Porto.